Logo Agroattraction

Tratamento de Água Industrial: Entenda sobre o assunto

Saiba tudo sobre o Tratamento de Água Industrial: Um diferencial para empresas inteligentes
Agroattraction

O tratamento de águas industriais é um processo fundamental para garantir a preservação do meio ambiente e a sustentabilidade das atividades produtivas. A água é um recurso natural finito e, por isso, é importante que as indústrias adotem medidas para reduzir o consumo e reutilizar a água de forma eficiente. Nesse sentido, existem diversas formas de reutilização da água industrial, como o reuso indireto, o reuso direto e a reciclagem interna, que podem trazer benefícios tanto para a indústria quanto para o meio ambiente. Além disso, o tratamento de água industrial envolve processos como filtração, decantação, tratamento aeróbio biológico e abrandamento, que visam remover impurezas e garantir a qualidade da água para o seu uso adequado.

Como é feito o tratamento de Água Industrial?

O tratamento de água industrial envolve diversas etapas, como captação, coagulação, floculação, decantação e filtração. Esses processos são responsáveis por remover impurezas e substâncias indesejáveis da água, tornando-a própria para uso em processos industriais. Além disso, tecnologias como troca iônica e osmose reversa também podem ser utilizadas para purificar a água. É importante ressaltar que o tratamento de água industrial varia de acordo com o ramo de atividade da indústria e o grau de qualidade da água necessária para os processos.

Como funciona uma ETA em uma Indústria?

A estação de tratamento de água (ETA) em uma indústria é responsável por captar água de fontes naturais, como rios e poços, e purificá-la para torná-la adequada para uso industrial. O processo de tratamento envolve diversas etapas, como coagulação, floculação, decantação, filtração e cloração, que podem ser dispensadas dependendo do estado inicial da água. A água tratada é então utilizada em diversas etapas do processo produtivo da indústria, garantindo a qualidade e segurança dos produtos fabricados. É importante que a operação da ETA seja eficiente para preservar os recursos hídricos e garantir o fornecimento de água para a indústria e a população em geral.

Como acontece a contaminação da água pela atividade industrial

A atividade industrial é uma das principais causadoras da contaminação da água, uma vez que as indústrias despejam toneladas de resíduos tóxicos em rios e lagos sem o tratamento adequado. Esses resíduos podem ser produtos químicos utilizados no processo produtivo, como também podem ser resíduos gerados pela própria produção. Além disso, a contaminação da água também pode ocorrer de forma acidental, como vazamentos de produtos químicos ou explosões em indústrias químicas. A contaminação da água pela atividade industrial prejudica o ecossistema aquático e torna a água imprópria para o consumo humano e animal.

O que as industrial podem fazer para manter a qualidade da água?

Para manter a qualidade da água, as indústrias podem adotar medidas como o tratamento adequado dos resíduos gerados em suas atividades, evitando o lançamento de poluentes nos rios e mares. Além disso, é importante que as indústrias utilizem tecnologias mais limpas e sustentáveis em seus processos produtivos, reduzindo a emissão de gases tóxicos na atmosfera e minimizando os impactos ambientais. A conscientização dos funcionários e a adoção de práticas mais responsáveis também são fundamentais para a preservação da qualidade da água.

Saiba quais são as 7 etapas de tratamento de água

Existem diversas fontes que apresentam as etapas do tratamento de água, mas em geral, as 7 etapas mais comuns são: captação, adução, coagulação, floculação, decantação, filtração e pós-alcalinização, desinfecção e fluoretação. A captação é a primeira etapa, onde a água é retirada de mananciais, como rios e lagos. A adução é o transporte da água até a estação de tratamento. Na coagulação, são adicionados produtos químicos para aglutinar as impurezas. Na floculação, ocorre a formação de flocos maiores. Na decantação, os flocos se depositam no fundo do tanque. Na filtração, a água passa por camadas de areia e carvão ativado para remover as impurezas restantes. Por fim, na pós-alcalinização, desinfecção e fluoretação, são adicionados produtos químicos para ajustar o pH, eliminar bactérias e adicionar flúor para prevenir cáries.

Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *